Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
ACONTECE
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:

Rick Scott é governador da Flórida. (Foto: WTSP.com)

O furacão Irma causou grandes estragos em diversas regiões da Flórida.

O furacão Irma estabeleceu recordes antes de rebaixar para a categoria 2 com um enfraquecimento dos ventos para pouco mais de 160 km/h. Durante a noite, atravessou a região de Tampa – São Petersburgo, se movendo se movendo a 22 km/h. Mas antes de alcançar a Flórida, o Irma devastou o Caribe como um furacão de categoria 5 e o arquipélago de ‘Flórida Keys’ como um furacão da categoria 4.

Cristãos, não só da Flórida, mas de diversos outros estados dos EUA estão se unindo para orar em meio a este momento difícil – no qual o Furacão Harvey já devastou parte do Texas e agora o Irma está causando estragos, também em outras regiões. O governador da Flórida, Rick Scott pediu que as orações não parem, declarando que acredita no poder desta atitude.

“Não vejo a oração como último recurso, deve ser sempre um primeiro recurso”, disse Scott.

“Ore, ore por todos na Flórida”, disse ele no programa “Fox News Sunday”.

Na última sexta-feira (8), o vídeo de um clamor em uma praia da Flórida também comoveu a internet, pouco tempo antes do Irma chegar ao estado.

Um grupo de pessoas levantou as mãos para os céus e cantou a música “Great I Am” (“Grande eu Sou”), composta por Chris Tomlin.

“Deus todo-poderoso, o Grande Eu Sou. Que é digno, não há nenhum além de Ti, Deus todo-poderoso, o Grande Eu Sou. Aleluia! Santo, Santo! Deus todo-poderoso, o Grande Eu Sou”, cantou o grupo.

Clique no link abaixo para conferir ou cole no seu navegador:

https://www.facebook.com/BuenasNuevasPR/videos/1446234462139736/

Contexto 

O Centro Nacional de Furacões informou que o Irma ainda é uma grande tempestade com ventos que se estendem por toda a costa da Flórida, que tem mais de 660 quilômetros. Os meteorologistas dizem que o Irma permanecerá no interior da Flórida e depois se mudará para a Geórgia, Alabama e Tennessee.

À medida que se move para o norte, espera-se que ele se enfraqueça e se torne uma tempestade tropical. No entanto, os especialistas em clima dizem que o furacão ainda é uma tempestade perigosa com surtos de tempestade, vento e chuvas intensas.

Mas a tempestade de categoria 5 perdeu um pouco de sua proximidade com o continente americano depois de ter entrado na costa norte de Cuba. Seus ventos caíram para uma potência de 185 km/h, quando ele fez sua segunda aterrissagem em Marco Island, abaixo do seu pico de 297 km/h.

O furacão Irma enfraqueceu e se tornou uma tempestade de categoria 2, tecnicamente perdendo seu principal status de furacão, depois de ter atingido a terra no sudoeste da Flórida.

No geral, a tempestade deixou ruas submersas na Flórida, deixou milhões de pessoas sem energia e quebrou enormes gruas de construção em Miami.

Até agora, não houve relatos confirmados imediatos de mortes na Flórida. Porém 24 pessoas morreram no Caribe, por causa de Irma.

A companhia de energia da Flórida diz que serão semanas, e não dias, antes que a eletricidade seja totalmente restaurada por causa dos danos causados pelo Irma.

Enquanto isso, o presidente Trump aprovou a Declaração de Desastres para a Flórida e Porto Rico e disponibilizou assistência adicional para as Ilhas Virgens dos EUA.

Uma mudança de última hora na rota do Irma para o oeste colocou o furacão em direção à área de Tampa Bay e St. Pete.

As autoridades alertaram para quase sete milhões de pessoas no Sudeste que é preciso evacuar a área. Esse número incluiu 6,4 milhões de pessoas só na Flórida.

Fonte: Guia-me

CategoriaNotícias
Topo
Compartilhar: