Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
Unknown-8

“Mas, quando clamaram ao Senhor, ele lhes levantou um libertador, Otoniel, filho de Quenaz, o irmão mais novo de Calebe, que os libertou. […] Novamente os israelitas clamaram ao Senhor, que lhes deu um libertador chamado Eúde, homem canhoto, filho do benjamita Gera. Os israelitas o enviaram com o pagamento de tributos a Eglom, rei de Moabe.” (Juízes 3:9,15)

O comportamento pecaminoso dos israelitas os levou a se tornarem servos de nações e deuses estrangeiros. Entretanto, sempre que clamavam ao Senhor, ele era fiel em resgatá-los.

Não importa quão bons nos consideremos, temos um inimigo que tenta erguer fortalezas do mal em nossa vida. Jesus nos ensinou a orar: “Livra-nos do mal” (Mt 6:13). Ele não nos instruiria desse modo se não precisássemos ser libertados. Apesar disso, não oramos sempre dessa maneira. Deus quer nos livrar de tudo o que nos prende e quer continuar nos libertando a cada dia.

Você se sente escravizado por finanças, doença, vícios, relacionamentos pouco sadios, imoralidade ou ressentimentos? Deus quer que você se lembre de que ele é o Libertador. Lemos em Salmos: “Clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará” (50:15).

Você encontra libertação ao orar (Sl 72:12), ao pedir a outro cristão que ore (Sl 34:17), ao ler a Palavra de Deus com entendimento e clareza (Jo 8:32), e ao passar tempo na presença do Senhor em louvor e adoração. Toda vez que adorar a Deus, o poder do mal será interrompido, pois o Senhor habita em seus louvores.

Lembre-se de que a libertação é um processo. Não desista. “Aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus” (Fp 1:6).

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: