Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
Adoração

Enquanto eu viver te bendirei, e em teu nome levantarei as minhas mãos. (Salmos 63:4)

A maioria de nós vive uma vida tão agitada que nem sequer encontra um momento para falar com Deus. Nunca houve tanta pressão para que aprendêssemos, melhorássemos ou fôssemos bem-sucedidos. E nunca houve tantas oportunidades para isso. Talvez você pense que não tem tempo para orar. Acredite: você não é o único. Entretanto, quando não passamos um tempo diário com Deus, em oração, deixamos de ouvir sua voz. E, se não sabemos quem Deus realmente é, e quem ele nos criou para ser, podemos tomar decisões desastrosas e jamais experimentar o que ele tem para nós.

Quando oramos, depositamos em Deus os fardos que carregamos. Ele não só deseja carregá-los em nosso lugar como quer que vejamos as situações difíceis na perspectiva dele. Só assim somos capazes de discernir a verdade da mentira; o certo do errado; o que Deus deseja para nós e o que ele não deseja. Na maioria das vezes acreditamos em inverdades sobre nós e sobre as circunstâncias que vivemos. E ver a verdade como Deus a revela é libertador.

Orar é um ato de vontade. Muitas vezes, os fardos que carregamos sufocam nossas boas intenções, portanto temos de nos esforçar para fazer da oração um estilo de vida. E isso acontece quando fazemos da oração nossa reação inicial diante de qualquer coisa que enfrentarmos, e não a final.

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: