Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
ACONTECE
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:

Agentes de segurança cubanos impedem de sair do país os cidadãos que estão envolvidos com organizações independentes de direitos humanos

Recentemente, houve um aumento no número de ativistas cubanos envolvidos com organizações independentes da sociedade civil, em defesa dos direitos humanos no país. Por conta disso, muitos deles estão sendo impedidos de sair de Cuba ou foram prejudicados pelo governo cubano. É o caso do professor Dalila Rodríguez, da Universidade de Las Villas, que foi expulso de seu cargo. O Ministério Cubano do Ensino Superior ratificou a ação da universidade.

O pai de Rodríguez estava envolvido com uma organização que defende os direitos religiosos em Cuba. “A expulsão oficial do professor é mais uma prova do tipo de represália sofrida por aqueles que se opõem ao regime cubano, especialmente se eles são membros de grupos com influência religiosa. O governo está seguindo o velho caminho de substituir valores cristãos pelos seus próprios ideais comunistas. Quem estiver em desacordo com as autoridades, enfrentará sérias consequências”, alerta uma das colaboradoras da Portas Abertas.

Félix Llerena López, defensor da liberdade religiosa em Cuba, que se preparava para embarcar em seu voo no dia 17 de junho, rumo à uma conferência sobre direitos humanos e democracia, foi barrado por agentes de segurança do Estado, que o levaram para um escritório onde ele foi informado que não poderia deixar o país cubano.

Além destes casos, o líder cristão Alain Toledano, foi visitado por agentes de segurança e funcionários do Partido Comunista em sua casa que fica em Santiago. Ele recebeu uma “advertência” e também foi proibido de viajar para o exterior. “O governo está aperfeiçoando seus métodos para não deixar vestígios de suas perseguições e atos de maldade contra as igrejas e ministérios”, conclui Toledano. Ore pela Igreja perseguida em Cuba.

Fonte: Missão Portas Abertas

CategoriaNotícias
Topo
Compartilhar: