Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
naassom-azevedo-181804-1024x683

“Mas será possível que Deus habite na terra? Os céus, mesmo os mais altos céus, não podem conter-te. Muito menos este templo que construí!” (1 Reis 8:27)

O magnífico templo estava terminado. A mobília e os acessórios tinham sido instalados. A arca do Senhor encontrava-se no Lugar Santíssimo. Então, antes da celebração do corte da fita, a presença de Deus na forma de uma nuvem escura encheu o templo. A enorme multidão deve ter-se enchido de temor.

Salomão ergueu os braços para o céu, silenciando a assembleia, e orou. Depois de uma breve menção a seu pai, Davi, Salomão fez uma belíssima pergunta retórica: “Será possível que Deus habite na terra?”. Em outras palavras: “Como esse templo pode conter-te?”. Ele sabia que, apesar de seu esplendor, o templo não poderia conter Deus, já que nem mesmo os “mais altos céus” poderiam fazê-lo. Embora se tratasse de uma das mais esplêndidas estruturas que qualquer ser humano já criara para honrar a Deus, o verdadeiro esplendor do templo não estava na habilidade dos construtores, mas na presença divina.

Um meio de saber se você está na presença de Deus é o sentimento de humildade que o toma quando se aproxima dele em oração. Não se pode sentir vaidade e estar cheio do Espírito ao mesmo tempo. Você será sempre humilhado ao compreender que esse Deus digno de reverência está disposto a viver em seu interior por meio do Espírito Santo.

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: