Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
images-17

Nós cristãos somos tendenciosos a esquecer a maravilhosa maneira como Deus nos trouxe para este mundo. Brigas e pequenos conflitos são capazes de fazer membros de uma mesma comunidade esquecerem disso. A passagem bíblica de 1 Coríntios 1 mostra que a igreja de Corinto estava em crise, as pessoas se relacionavam umas com as outras de maneira divisiva e não à maneira de Deus.

Igreja é lugar de transformação. A intenção da carta de Paulo é justamente resolver as mazelas dos irmãos. É preciso viver em paz uns com os outros para que a igreja seja santificada. A vontade de Deus para Seus filhos é que vivam em união e não em crise.

A carta de Paulo traz à memória as bênçãos concedidas por Deus. O apóstolo lembra os irmãos que Deus é a fonte da graça e ressalta a verdade de que é Deus quem dá tudo aos Seus filhos e é Ele quem vai manter. Ou seja, tudo vem do Senhor, Ele mesmo conduz e nos mantém firmes nos Seus propósitos.

Na nossa vida acontece da mesma forma. Quando temos que tratar algum problema, é preciso que nos lembremos primeiro daquilo que é bom, trazer à memória a Fonte, o que realmente devemos valorizar. Assim, será mais fácil resolver os desafios e manter os propósitos. Muitas pessoas brigam para ganhar a luta; Paulo não, ele defende o amor aos irmãos e aos propósitos de Deus. O motivo verdadeiro da carta é reafirmar a aliança de Deus aos irmãos daquela igreja.

O que aconteceu na igreja de Corinto e permanece nesses dias é uma troca no foco da centralidade de Deus pela centralidade das personalidades. A integralidade da vida deve ser centralizada na graça de Deus, que vai restaurar a coletividade. O ponto que deve unir os cristãos é exatamente a cruz de Cristo. Éramos incapazes de qualquer coisa, mas a cruz pode nos lembrar que Jesus trouxe restauração e capacitação para operar qualquer obra.

É a partir da cruz que temos a capacidade de nos relacionar com o Pai e uns com os outros. Jesus deve ser o maior motivo de estarmos inseridos na comunidade da fé. Quando se tem essa consciência, não há motivo para discussões e divisões.

:: Renata Giori

FONTE: Lagoinha

CategoryVida Cristã
Topo
Compartilhar: