Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
oracaoEntrega-1024x683

“E Jacó ficou sozinho. Então veio um homem que se pôs a lutar com ele até o amanhecer. Quando o homem viu que não poderia dominá-lo, tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa, enquanto lutavam. Então o homem disse: “Deixe-me ir, pois o dia já desponta”. Mas Jacó lhe respondeu: “Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes”.” (Gênesis 32:24-26)

Muitas vezes, nossos períodos de oração mais se parecem com lutas que com diálogos. No entanto, podem surgir transformações surpreendentes dos conflitos em oração.

Até esse encontro com Deus, a vida de Jacó se caracterizara por suas manipulações para que sua vida “funcionasse” de acordo com seus desejos.

Quando o estranho apareceu e lutou com Jacó, este vivia um momento de solidão e temor. Em breve reencontraria o irmão, Esaú, que tinha o direito de odiá-lo. Jacó desconhecia os planos do irmão. Durante a luta (com o próprio Deus, Gn 32:30), Jacó disse seu nome — o equivalente a uma confissão, porque seu nome significava “usurpador”. A confissão levou à transformação. Jacó recebeu a bênção: um novo nome e um novo futuro. Ele também recebeu um ferimento — uma lembrança permanente do que acontecera.

Se quiser experimentar a oração transformadora, seja sincero com Deus. Diga: “Senhor, tenho sido medroso”. E então acrescente: “Ajuda-me a ir além do que sou para tornar-me quem tu me chamaste a ser”.

Apesar do passado de Jacó, os planos de Deus prevaleceram. Não tema lutar em oração, pois Deus usará as medidas necessárias para executar os planos dele. Como Jacó, fique firme e não desista da bênção que o transformará para sempre.

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: