Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
ACONTECE
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:

“Protege-me como à menina dos teus olhos; esconde-me à sombra das tuas asas, dos ímpios que me atacam com violência, dos inimigos mortais que me cercam.” (Salmos 17:8-9)

O inimigo de nossas almas está sempre pronto para nos surpreender com suas setas malignas. Estamos em sua linha de fogo, e ele não se cansa de preparar um ataque contra nós. Por essa razão, devemos estar sempre próximos do Senhor. Oswald Chambers fala sobre esse tempo tenebroso de ataques do inimigo: “O que evita que o homem entre em pânico é o seu relacionamento com Deus”.

Mas precisamos tomar cuidado para não entrar no território do inimigo, e o pecado é a porta de entrada. Se vivermos longe da vontade de Deus, não devemos nos surpreender se as setas do inimigo nos atingirem.

Quando vivemos consistentemente na presença de Deus, temos a paz e a confiança de saber que a força do inimigo não é nada perto do poder do nosso Defensor. Mas isso não quer dizer que a batalha será fácil. No entanto, quanto mais perto de Deus você anda, mais fácil é a batalha. Sempre esperamos que Deus nos levante acima das circunstâncias. Às vezes ele realmente faz isso. Entretanto, na maioria das vezes ele faz que caminhemos através delas a fim de aprendermos uma nova dimensão do seu poder, como aconteceu com os israelitas que se viram entre o mar Vermelho e o exército egípcio. Entretanto, o Senhor lutou por eles, abriu o mar para que atravessassem em terra seca e exterminou os inimigos (cf. Êx 14:10-31).

Fonte: Diante do Trono

CategoriaDevocional
Topo
Compartilhar: