Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
images-63

“O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo?” (Isaías 58:6)

Jejuar não é a mais fácil das disciplinas espirituais, mas também não é a mais difícil. Se você tem algum problema de saúde, fale com seu médico para atestar se, no seu caso, é seguro jejuar. O jejum pode oferecer um tempo de especial intimidade com seu Pai celestial. Se puder jejuar pelo menos uma vez por mês, você vai sentir-se revigorado, renovado e puro de corpo, mente e alma.

O jejum é uma negação do “eu”. Ao negar a si mesmo, o Senhor passa a ser tudo em sua vida. Como crentes em Jesus que levam a sério a Palavra de Deus, o ato de jejuar deve ter como objetivo honrar, adorar e glorificar ao Senhor. Não se trata apenas de um exercício religioso. É um assunto pessoal entre você e Deus — uma oferta — e deve ser abordado em espírito de oração e guiado pelo Espírito Santo.

O jejum anda de mãos dadas com a oração. Seu objetivo não é o de torcer o braço de Deus para conseguir o que você deseja, nem o de obter sua aprovação, mas consiste num tempo para levar-lhe suas preocupações.

Reserve tempo para ler Isaías 58 cada vez que jejuar. A passagem descreve o tipo de jejum que Deus deseja. Você será lembrado da razão de seu jejum: “soltar as correntes da injustiça”, “pôr em liberdade os oprimidos” e “romper todo jugo”. Ele também o lembrará do que deve fazer: “partilhar sua comida com o faminto”, “não recusar ajuda ao próximo”. Fala de suas recompensas: “Aí sim, a sua luz irromperá como a alvorada, e prontamente surgirá a sua cura”. Vale a pena deixar de lado uma refeição para orar.

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: