Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
ACONTECE
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:

Jesus disse: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”. Então eles dividiram as roupas dele, tirando sortes. (Lucas 23:34)

Não sei quanto a você, mas, quando uma pessoa me magoa, a última coisa que penso fazer é orar por ela. A maioria de nós se interessa mais em enfocar algum tipo de justiça para que o ofensor tenha de pagar pelo mal ou dano que nos causou. Jesus não agiu assim.

Jesus, que nada fizera de errado, foi brutalmente agredido até quase morrer. Na cabeça colocaram-lhe uma coroa de espinhos compridos e grossos. A pele foi retalhada. Pregos foram-lhe enterrados nas mãos e nos pés, e sua cruz foi colocada em um buraco no chão. Ele ficou ali pendurado, nu e humilhado, para servir de riso e zombaria a todos. Alguns disseram: “Salvou os outros […] salve-se a si mesmo, se é o Cristo de Deus, o Escolhido” (v. 35). Pendurado na cruz e morrendo em agonia, Jesus orou pelos homens que o matavam: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”. Tal perdão e amor são difíceis de compreender.

Como comparar as injustiças que sofremos com as que Jesus suportou? Se ele pôde perdoar seus torturadores, certamente podemos decidir perdoar também. Alguns ferimentos muito profundos podem exigir tempo antes que haja perdão total, mas podemos decidir esquecer a maioria das injustiças que experimentamos, rápida e completamente, escolhendo perdoar os ofensores.

A boa notícia é que podemos pedir a Deus que nos ajude a perdoar. Podemos orar para que ele nos ajude a lembrar o que Jesus suportou e dizer: “Pai, perdoo quer eles soubessem o que estavam fazendo quer não. Eu lhes perdoo, não por merecimento, mas porque quero assemelhar-me a ti”.

Fonte: Diante do Trono

CategoriaDevocional
Topo
Compartilhar: