Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
naassom-azevedo-541454-unsplash-1-1024x683

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. (1 João 1:9)

Deus nos oferece três passos para mudar o comportamento. O primeiro é a confissão. Deus diz que devemos confessar os pecados, e confessar significa admitir a verdade, primeiro para nós, depois para Deus e, finalmente, se for o caso, para a pessoa afetada. Algumas vezes precisamos confessar a Deus diante de outra pessoa que possa orar em nosso favor. Confissão não é só admitir nossos atos, mas assumir a responsabilidade por eles. Aceitar que agimos mal pode parecer uma tarefa gigantesca, mas vale a pena o esforço. Confessar é o melhor que você pode fazer para si mesmo, pois limpa o coração ao afastar o fardo da culpa e abre caminho para o perdão total de Deus.

O segundo passo é o arrependimento, que significa entristecer-se por seu ato e empenhar-se em não repeti-lo. Não confessamos o pecado com a intenção de passar uma esponja no passado e prosseguir mantendo o mesmo comportamento pecaminoso, apenas por saber que basta confessar novamente. O verdadeiro arrependimento significa sentir tanta tristeza diante de Deus que nem sequer cogitamos desapontá-lo reincidindo no erro.

O terceiro passo é pedir perdão a fim de sermos purificados e libertados das consequências de nossas ações. João não disse: “Se pedirmos e suplicarmos de todo coração, Deus nos perdoará”. Deus está sempre pronto a perdoar. Ele não precisa ser coagido ou persuadido. Quer que vivamos livres de culpa e de vergonha. Quer que vivamos em completo perdão, porque só assim nossa vida será totalmente restaurada.

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: