Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
ACONTECE
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:

“Agora, oramos a Deus para que vocês não pratiquem mal algum. Não para que os outros vejam que temos sido aprovados, mas para que vocês façam o que é certo, embora pareça que tenhamos falhado. Pois nada podemos contra a verdade, mas somente em favor da verdade. Ficamos alegres sempre que estamos fracos e vocês estão fortes; nossa oração é que vocês sejam aperfeiçoados.” (2 Coríntios 13:7-9)

Paulo refere-se a algumas críticas contra ele que questionavam sua fé. Isso o motivou a discutir sobre o teste da verdadeira fé. ele orou para que a fé dos coríntios não vacilasse mesmo diante da suposta reprovação do apóstolo nesse teste.

A oração de Paulo para encorajar os coríntios a agir com retidão não representava o pedido de um líder perfeccionista que acreditava que o comportamento de seus discípulos refletia sobre ele. Normalmente ficamos tão ligados às pessoas que nos orientam ou ensinam espiritualmente que, quando falham, nossa fé corre o risco de também falhar. A oração de Paulo consistia em que essas pessoas tivessem uma fé tão ligada a Deus e a sua fidelidade que nada, nem mesmo decepções com os mentores, pudesse abalá-la.

Todos precisamos dessa modalidade de fé. As pessoas nos decepcionarão de vez em quando — mesmo os melhores mentores, os pregadores favoritos e as pessoas de quem mais precisamos. Mas, se o fundamento de nossa fé estiver apenas em Deus, isso não nos abalará.

Para ter esse tipo de fé, devemos investir no relacionamento com Ele. Deus jamais mudará. Podemos sempre depender dele. Se pedirmos, ele nos fortalecerá a fé.

Fonte: Diante do Trono

CategoriaDevocional
Topo
Compartilhar: