Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:
relogio

“Depois dessas coisas o Senhor falou a Abrão numa visão: “Não tenha medo, Abrão! Eu sou o seu escudo; grande será a sua recompensa!”. Mas Abrão perguntou: “Ó Soberano Senhor, que me darás, se continuo sem filhos e o herdeiro do que possuo é Eliézer de Damasco?”.” (Gênesis 15:1-2)

Você não é quase capaz de ouvir a irritação na voz de Abrão? “Deus, obrigado por seres meu galardão. Mas… O que realmente desejo é que cumpras tua promessa. Quero um filho!”.

Deus prometera a Abrão uma porção de descendentes quando ele tinha 75 anos (Gn 12:4). Ele teria 100 anos quando Isaque finalmente nasceu (Gn 21:5). Isso significa que Abrão e Sarai esperaram 25 anos pela promessa.

Não sabemos quanto tempo Abrão já aguardava nesse ponto da história, mas a Bíblia diz que ele tinha 86 anos quando Ismael nasceu (Gn 16:16), portanto, podemos imaginar que essa conversa entre Deus e Abrão ocorreu na primeira década depois da promessa.

Por quanto tempo você espera pelas respostas a suas orações? Uma semana é demais? E um mês? Esperar durante um ano parece estar além de nossa capacidade. Ver que Abrão esperou por um quarto de século deveria nos dar esperança para aguardar as respostas a nossas orações.

Abrão poderia ter desistido. (Ao tentar cumprir por si a promessa de Deus, tendo um filho com Agar, ele provocou uma confusão.) Nessa altura da história, porém, ele decidiu crer.

Que resposta de Deus você está esperando? A volta de um filho rebelde? A salvação de um familiar? A restauração de seu casamento? Um emprego?Uma cura? Qualquer que seja o motivo, continue a orar e a esperar. Entregue o pedido a Deus e deixe-o operar em seu tempo. A resposta valerá a espera.

Fonte: Diante do Trono

CategoryDevocional
Topo
Compartilhar: