Resultados exatos
Procurar nos títulos
Procurar no conteúdo
Procurar nos comentários
Search in excerpt
Procurar nas mensagens
Procurar nas páginas
Search in groups
Search in users
Search in forums
Filtrar por tipo
Filter by Categories
ACONTECE
Devocional
Notícias
Palavra dos pastores
Uncategorized
Vida Cristã

Data:

“Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras de vida eterna. E nós já temos crido e bem sabemos que Tu és o Santo de Deus”(João 6:68-69).

Em certa ocasião, JESUS CRISTO fez um discurso que desagradou os ouvintes. As palavras DELE não foram aquilo que eles queriam ouvir. Mas JESUS Se manteve firme, pois disse o que era necessário. Diante disso, as pessoas que LHE seguiam se afastaram, foram embora, abandonaram a companhia de JESUS. Dessa forma, apenas os 12 discípulos ficaram com ELE. Então, JESUS perguntou a eles: vocês querem ir embora também? A resposta dos discípulos foi “não”. Não iriam embora, pois conheciam quem JESUS era. Interessante perceber que coisas assim acontecem ainda hoje. Pessoas em um momento caminham juntas e desfrutam do benefício do relacionamento. Mas, diante de uma palavra ou gesto, abandonam aquele alguém que até poucos instantes atrás era alguém próximo. Me parece que algumas pessoas estão treinadas a ter relacionamentos que lhes convêm. Enquanto aquilo lhe é favorável, estão dentro. Mas, se deixa de ser do seu agrado, desprezam tudo de bom que experimentou com o outro.

Eu penso que os discípulos de JESUS também ouviram coisas difíceis. Mas a atitude deles foi diferente, pois mediram o valor de JESUS, em vez de ficarem ofendidos. Penso que não foi fácil escutarem: vocês querem ir embora? Mas eles valorizaram a JESUS, mesmo depois DELE lhes dar uma palavra desagradável. Esse é o ponto! Valorizar o outro mesmo quando não existe sintonia. Valorizar, e não jogar fora os relacionamentos. Valorizar, e não desprezar as pessoas. Valorizar, mesmo quando existe algo que não me agrada. Eu tenho a impressão de que o mundo hoje nos prepara para quebrar tudo muito facilmente. Romper facilmente. Desligar facilmente. Resolver do modo mais conveniente. Mas o Reino que DEUS nos chamou a viver aqui não funciona assim. Nesse Reino de DEUS em nossas vidas, o amor está em primeiro lugar e, juntamente a ele, as pessoas e o valor que elas têm. E, para com elas e com os relacionamentos, está a paciência, a compaixão, a misericórdia, a perseverança e a “próxima milha”. Se eu sou de CRISTO, tenho que viver os padrões do Reino DELE. E valorizar as pessoas deve ser o padrão da minha vida!

Fonte: Lagoinha

CategoriaDevocional
Topo
Compartilhar: